quinta-feira, 4 de junho de 2015

A influência de Sideways no mercado de vinhos


Vocês se lembram daquele filme Sideways - entre umas e outras? Se não, vou tentar resumir sem muitos spoilers. Dois amigos partem por uma viagem pelos vinhedos da Califórnia. Um é expert em enologia, e o outro só quer se divertir antes do casamento. Pronto.

O filme é de 2004 e teve um bom sucesso na época. Mas esse post não é exatamente sobre isso.

Alguns dias atrás li um artigo bem interessante da Vox sobre avaliação de vinhos. Ele mostra uma série de estudos e pesquisas sobre a influência do rótulo na avaliação de um vinho. Explicando com outras palavras, se a pessoa sabe quanto o vinho custa, há uma tendência a avaliá-lo melhor. Mas quando perde-se esse fator, a avaliação muda completamente.

Em resumo, o preço de um vinho influencia a percepção dos consumidores sobre sua qualidade.

E o que Sideways tem a ver com isso?

No vídeo que acompanha o artigo há um dado bem interessante. A partir do lançamento do filme o mercado de Pinot Noir disparou, enquanto o de Merlot estagnou. Para quem não se lembra, eram justamente essas uvas que o protagonista do filme mais elogiava e criticava, respectivamente.

Eis uma prova real da influência das histórias no consumo.

3 comentários:

O espaço é aberto para críticas, sugestões e até elogios. Só, por favor, não venha com spam.