quinta-feira, 8 de março de 2012

Usando o cinema para conscientizar sobre Alzheimer



Você entra no cinema para assistir um filme, e aí, de repente, começam a exibir outro. As pessoas não entendem o que está acontecendo e começam a reclamar. Mas logo aquilo se revela algo maior do que um simples engano.

Na verdade foi uma ação para conscientizar as pessoas sobre o Alzheimer, que tem como sintoma deixar as pessoas confusas, com uma percepção distorcida da realidade. Fazer com que as pessoas vivam a doença na própria pele é uma jogada bem interessante. Aconteceu em Israel.

via Comunicadores

Um comentário:

  1. Esta campanha me lembra a do tenis Dharma. O filme começava completamente fora de foco, e depois de um tempo, após o início da reclamação do público, aparecia uma mensagem que dizia: "Atenção operador (do projetor): se você precisa correr, mas correr muito, use Dharma". Claro que são completamente diferentes, mas tem um princípio que acho incrível: fazer o público acordar para a mensagem. Elas passam o tempo todo na nossa frente. Imagino que centenas ou mais de mil, por dia, e já aprendemos a ignorá-las, por isso acho que fazer o público acordar pra sua mensagem é o primeiro passo para campanhas de sucesso!

    ResponderExcluir

O espaço é aberto para críticas, sugestões e até elogios. Só, por favor, não venha com spam.