quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Charlie Kaufman discursa no Bafta sobre a vida, histórias, marketing e muito mais


Anteontem postei aqui um discurso do Jeff Gomez, hoje volto com o discurso de outro grande contador de histórias, Charlie Kaufman, roteirista de obras primas modernas como Quero Ser John Malkovich, Adaptação. e Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças.

O discurso, que você pode assistir clicando AQUI (infelizmente não dá para incorporar no post), faz parte de uma série produzida pelo BAFTA, o Oscar britânico, e trata basicamente de...putz, como é difícil classificar 40 minutos em que um cara genial, e visivelmente muito tímido, fala basicamente sobre tudo, e as vezes até se contradiz (propositalmente, é claro).

Então prefiro dizer que é um discurso sobre a vida ok? Mas serve especialmente para quem está interessado em contar histórias, além de uma parte bem interessante onde ele fala sobre a relação da arte com o mercado, e o modo como toda a sociedade está estruturada sobre a idéia de que a todo momento precisamos vender algo para alguém, vulgo marketing.

Para quem está sem tempo e/ou não entende bem inglês, o blog Dicas de Roteiro traduziu uma parte desse discurso.

via Crie Curta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço é aberto para críticas, sugestões e até elogios. Só, por favor, não venha com spam.