segunda-feira, 26 de setembro de 2011

De Volta Para o Futuro na Argentina - quando a campanha pega carona no filme


Campanhas que usam celebridades para testemunharem a favor de uma marca não é exatamente novidade. As que usam personagens de histórias para fazerem o mesmo já é bem mais raro, mas não impossível (de cabeça não lembro de nenhuma, mas tenho certeza que já vi por aí).

Mas o interessante mesmo é ver o surgimento de campanhas que literalmente pegam carona em uma história, se aproveitando não só da celebridade e do personagem, mas de todo o contexto que um filme pode emprestar à uma marca.

A rede de lojas argentina Garbarino deu um ótimo exemplo de como fazer isso, levando sua marca diretamente para um episódio da saga De Volta para o Futuro. Em outras palavras, eles trouxeram o próprio Doc Brown para atuar no vídeo que você vê aí embaixo.



E depois ainda aconteceu uma coletiva de imprensa onde o ator encarna o personagem, misturando ficção e realidade. Para falar bem a verdade não sei se esse é mais um filme da campanha, uma filmagem de uma coletiva real, ou as duas coisas ao mesmo tempo. E essa é a graça da brincadeira.



O próximo passo, na minha opinião, seria integrar as coisas de forma que as campanhas se tornassem canônicas dentro do universo do filme. Em outras palavras, seria bacana ver uma campanha dessas "oficializada" pelos criadores da história.

Dentro de uma lógica transmídia, em algum fillme, quadrinho ou videogame do De Volta para o Futuro o próprio Doc Brown podia fazer referência a uma vez que esteve em 2011, na Argentina, e foi parar dentro de uma loja Garbarino.

Para ficar bem feito esse episódio teria que ser essencial para o andamento da história. Por exemplo: dentro da loja ele acharia algum produto necessário para montar uma geringonça que moveria a aventura adiante.

Não acho nada impossível que em breve algumas histórias comecem a ser pensadas desde o início para terem esse tipo de intersecção com marcas, que por sua vez irão ajudar a financiar os produtos de entretenimento.

O que vocês acham?

vi a campanha no B9

Um comentário:

O espaço é aberto para críticas, sugestões e até elogios. Só, por favor, não venha com spam.